WorldCat Identities

Vechi, Carlos Alberto 1943-

Overview
Works: 24 works in 35 publications in 2 languages and 77 library holdings
Genres: Criticism, interpretation, etc 
Roles: Thesis advisor, Author
Classifications: PQ9697.T76, 869.3
Publication Timeline
.
Most widely held works by Carlos Alberto Vechi
Dalton Trevisan by Dalton Trevisan( Book )

5 editions published between 1980 and 1981 in Portuguese and held by 32 WorldCat member libraries worldwide

A estética romântica : textos doutrinários comentados by Alvaro Cardoso Gomes( Book )

2 editions published in 1992 in Portuguese and held by 8 WorldCat member libraries worldwide

Introdução ao estudo da literatura by Alvaro Cardoso Gomes( Book )

3 editions published in 1991 in Portuguese and held by 7 WorldCat member libraries worldwide

Roteiro de leitura : Amor de Perdição de Camilo Castelo Branco by Carlos Alberto Vechi( Book )

3 editions published in 1998 in Portuguese and held by 4 WorldCat member libraries worldwide

Physiological responses of cowpea (Vigna sinensis (L.) Savi) seeds to differential deterioration levels by Carlos Alberto Vechi( )

1 edition published in 1970 in English and held by 2 WorldCat member libraries worldwide

A literatura portuguesa em perspectiva( Book )

2 editions published in 1994 in Undetermined and Portuguese and held by 2 WorldCat member libraries worldwide

Romantismo, realismo( Book )

2 editions published in 1994 in Portuguese and held by 2 WorldCat member libraries worldwide

"Roguing," sinônimo de pureza by B. R Gregg( Book )

1 edition published in 1974 in Portuguese and held by 2 WorldCat member libraries worldwide

O que e roguing; Importancia da pureza genetica e de sua manutencao; Precaucoes contra contaminacao da semente; Contaminantes removidos pelo "roguing"; Selecao de terreno para minimizar o "roguing"' O sistema de plantio e o "roguing"; Como efetuar o "roguing"' Quando efetuar o "roguing"; Equipamentos utilizados no "roguing"; Selecao e treinamento do pessoal; Preparo dos campos para inspecao oficial
Dialogismo e pluraridade cronotópica : em 'O manual dos Inquisidores' de Antonio Lobo Antunes by Elaine de Fátima Domingues Gomes( Book )

1 edition published in 2002 in Portuguese and held by 1 WorldCat member library worldwide

Nesta dissertação, analisa-se o romance O Manual dos inquisidores, de António Lobo Antunes com base na teoria de Mikhail Bakhtin sobre dialogismo e cronotopos. Além das idéias do crítico russo, resgata-se a concepção de Linda Hutcheon sobre metaficção historiográfica para ampliar a perspectiva bakhtiniana. O romance é o décimo primeiro do escritor português. Publicado em 1996, foi traduzido para diversos idiomas e tem alcançado grande sucesso. A narrativa usa a trajetória decadente de um influente ministro durante a ditadura salazarista e dos que o cercam para problematizar as relações humanas
O insólito e a desumanização em : ensaio sobre a cegueira de José Saramago by Eliane de Alcântara Teixeira( Book )

1 edition published in 1999 in Portuguese and held by 1 WorldCat member library worldwide

Esta dissertação trata de Ensaio sobre a Cegueira (publicado em 1995), de José Saramago, o mais importante escritor português da atualidade. O romance, que pertence ao gênero do fantástico, mostra suas personagens vivendo uma situação inusitada, em que quase todas elas são acometidas pela cegueira física. Tendo por base esta ocorrência insólita, estudaremos dois aspectos fundamentais na obra de Saramago: sua escolha pelo fantástico e sua tentativa de resgatar o ser humano, que vive nummundo desumanizado, devido às condições sociais iníquas
¿7FAmor de perdição" de Camilo Castelo Branco by Carlos Alberto Vechi( Book )

1 edition published in 1998 in Portuguese and held by 1 WorldCat member library worldwide

Mito e ficção em cavaleiro andante, de Almeida Faria by Manoel Francisco Guaranha( Book )

1 edition published in 2003 in Portuguese and held by 1 WorldCat member library worldwide

Considerando Literatura como uma forma de conhecimento tão legítima quanto o conhecimento científico, e considerando o mito como uma história verdadeira, porque se refere à realidade por meio de uma constelação de imagens simbólicas em movimento, que constituem uma narrativa, este trabalho aborda o mito e seus deslocamentos na ficção em Cavaleiro Andante (1983), de Almeida Faria (1943), sevindo-se, principalmente, do instrumental teórico fornecido por Northoph Frye (1912-1991) em Anatomia da Crítica (1957), que categoriza os modos ficcionais quanto à importância do enredo ou tema, quanto à posição do poeta (narrador), ou ainda quanto à força de ação do herói ou postura do poeta, que podem transitar do mítico ao irônico de forma circular. Considera ainda, dentro destas categorias, a organização de imagens simbólicas e arquetípicas, que podem se movimentar do apocalíptico para o demoníaco
A representação do artista em Mário de Sá-Carneiro : Estudo de algumas fontes romântico-decadentistas by Marco Antonio Queiroz Silva( Book )

1 edition published in 2006 in Portuguese and held by 1 WorldCat member library worldwide

Este estudo procura identificar e problematizar algumas fontes e influências românticas e decadentistas na construção da figura do artista na obra do autor modernista português Mário de Sá-Carneiro (1890-1916). Ao investigar as fontes e influências que contribuíram para a elaboração de uma imagem de artista como esteta - presença significativamente recorrente em sua produção literária em verso e em prosa -, constatou-se que ela era então devedora de tradição literária recente, o que acabou por exigir o exame cuidadoso de algumas concepções nucleares em torno da sensibilidade do artista romântico e do decadentista: o esteticismo e a posição aristocrática assumida pelo artista em confronto com a sociedade, a sensibilidade melancólica do artista romântico como distinção e mola da criatividade artística, a sensibilidade requintada do artista como dândi e o "dandismo verbal", a sensibilidade neurótica e a busca do nouveau frisson. Este trabalho - que se detém no exame desses aspectos em alguns poemas - pretende, ainda, apontar para o entrelaçamento dessas fontes e influências na construção de um projeto artístico que investe na instabilidade de limites entre biográfico e ficcional. No último capítulo procedeu-se a uma leitura bastante minuciosa do poema Partida em que se verificam os primeiros passos dados por Sá-Carneiro na construção de sua imagem de poeta
A estética decadentista em a confissão de Lúcio de Mário de Sá-Carneiro by Maria Carolina Vazzoler Biscaia( Book )

1 edition published in 2006 in Portuguese and held by 1 WorldCat member library worldwide

Mário de Sá-Carneiro, antes de escrever A confissão de Lúcio, entrou em contato com o Decadentismo, tendência do final do século XIX, caracterizada por um desamparo perante o mundo.O tema decadentista, como seu próprio nome sugere, circula em torno de uma visão pessimista da vida, bem ao gosto da geração mais extremada do Romantismo. Os decadentes cultuam o bizarro e as esquisitices, as noites sombrias, a introspecção e a morte. A visão de mundo decadente é bastante intimista e existe um grande interesse pelo universo interior e secreto das personagens, visão que leva a valorização do mistério e do fantástico. A literatura decadente sugere ainda uma busca incessante pelo fim do tédio, que pode ser atingido com os extremos das sensações, e do gosto pela artificialidade. Os cenários são sempre urbanos e muitas vezes bizarros, muitas luzes, reflexos e um turbilhão de estímulos aos sentidos. Nada na estética decadente parece natural, principalmente a arte, que além de sacralizada ainda é alçada a condição dos extremos. Como se pode notar as características do Decadentismo estão muito presentes em toda obra estudada e esta dissertação pretende revelar em que medida aparecem em A confissão de Lúcio de Mário de Sá-Carneiro
A metalinguagem na ficção camiliana : um procedimento de resistência? by Eduino José de Macedo Orione( Book )

1 edition published in 2002 in Portuguese and held by 1 WorldCat member library worldwide

Este estudo investiga as formas pelas quais a metalinguagem se faz presente na obra novelesca de Camilo Castelo Branco, fenômeno que se verifica por basicamente dois tipos de procedimento estilístico e ficcional: uma constituição bastante particular do narrador, e a escrita satírica. Tais características da ficção de Camilos são analisadas em três novelas: Amor de Salvação, Aventuras de Basílio Fernandes Enxertado e A Queda dum Anjo. Tais obras são estudadas em capítulos separados (num total de três), cada um deles dedicado especificamente a um desses títulos, tendo em vista a valorização da especificidade das obras. A investigação das formas de metalinguagem nessas três novelas encontra pontos comuns e recorrentes no processo de escrita ficcional do autor, os quais acabam evidenciando que o novelista ocupa uma posição singular no contexto do romantismo português, pelo fato de Camilo polemizar, pela ficção, as convenções da própria literatura romântica
O mito em "O Dia dos Prodígios" de Lídia Jorge by Tereza de Jesus Carrera Jardini( Book )

1 edition published in 2000 in Portuguese and held by 1 WorldCat member library worldwide

Este estudo partiu da idéia de que pode se encontrar, sob a rica simbologia mitológica do romance "O Dia dos Prodígios", da autora portuguesa Lídia Jorge, referências especificas ao mito de D. Sebastião e suas implicações para a História de Portugal. O recurso da paródia assinala o caráter essencialmente crítico do texto e torna possível olhar o passado de maneira a resgatar alguns valores, questionando outros. O texto foi estudado por meio da análise do ponto de vista, do estudo do tempo, da intertextualidade e de alguns dados históricos importantes
A formação discursiva neo-realista : interdiscurso e intradiscurso by Flávio Felício Botton( Book )

1 edition published in 2002 in Portuguese and held by 1 WorldCat member library worldwide

Tendo por base que os discursos são formados através das oposições com outros discursos, assim como pelos seus próprios percursos temáticos e figurativos, este trabalho tem por objetivo o estudo da formação discursiva do Neo-Realismo literário português. Assim, num primeiro momento, serão estudadas as contraposições do discurso neo-realista com os discursos do Realismo do século XIX e do segundo modernismo português, o presencismo. Já em sua segunda parte, procurar-se-á definir os percursos figurativos e temáticos do discurso neo-realista através do romance de Carlos de Oliveira, Uma abelha na chuva. Para tal, serão utilizado alguns conceitos provenientes da Análise do Discurso, que serão explicados no capítulo 2
José de Almada Negreiros : poeta do futurismo e do sensacionismo à poética da ingenuidade na poesia de Almada Negreiros by Jairo Nogueira Luna( Book )

1 edition published in 2002 in Portuguese and held by 1 WorldCat member library worldwide

Nesta tese de doutoramento estudaremos a poesia de Almada Negreiros, observando como essa poesia contém aspectos do Interseccionismo e do Sensacionismo, como essa poesia desenvolve esses conceitos pessoanos, além de atentarmos para as intersecções ou relações dessa poesia com o Futurismo, o Cubismo e o Imagismo. Poesia de múltiplas facetas, levantamos a hipótese de que em Almada Negreiros existe uma poética própria que funcionaria como uma síntese de elementos futuristas e sensacionistas. Tal síntese seria o resultado de uma busca de uma poesia que respondesse ao desejo de levar a poesia portuguesa a dialogar tanto com os principais movimentos artísticos da Europa como também discutir a situação cultural de Portugal durante a primeira metade do século XX. A Poética da Ingenuidade encaminha-se, posteriormente, para o aproveitamento de elementos herméticos e esotéricos, principalmente os apreendidos da Numerologia pitagórica, que está na base dos estudos feitos por Almada para a construção de obras plásticas como o painel Começar, ou de textos ensaísticos como Ver e Mito-Alegoria-Símbolo. Nesta tese tentamos demonstrar como esses elementos são transformados e utilizados nos seus poemas
José Rodrigues Miguéis e a intencionalidade do tríptico de Lisboa by Humberto Lima de Aragão Filho( Book )

1 edition published in 2003 in Portuguese and held by 1 WorldCat member library worldwide

A intersecção entre a realidade vivencial ou testemunhal e a realidade ficcional, trabalhada pelo imaginário, representa o esforço de um exercício intencional de reminiscência, presente não apenas em A escola do Paraíso, mas também nos fragmentos completos de Filhos de Lisboa e em O milagre segundo Salomé. Esses três romances, que compõem o que estamos denominando "o tríptico de Lisboa", são unia evocação do passado - não em termos de contemplação passiva de um tempo que não mais existe, mas de resgate de imagens e lembranças, recriadas, transfiguradas pela fantasia, com o propósito de perenizar sonhos e ideais. Descortinando a cidade de Lisboa do princípio do século XX - sua paisagem pitoresca e nostálgica, os acontecimentos de sua história, seus problemas políticos e sociais, as lutas e esperanças de seu povo -, José Rodrigues Miguéis prende-nos pela linguagem apurada e fluência mágica das palavras, nas quais seus apelos líricos promovem, muitas vezes, uma imantação para o abismo da poesia e um convite para fruírmos o fascínio onírico de um mundo de lembranças. Lembranças estas que são capazes de reescrever os acontecimentos pretéritos, mesclando-os de filigranas autobiográficas e de saudades
Carlos de Oliveira - Casa na duna : uma leitura sócio-estilística by Neide Sônia Rodrigues de Souza( Book )

1 edition published in 2000 in Portuguese and held by 1 WorldCat member library worldwide

Este trabalho tem como objetivo desenvolver um estudo sobre o romance Casa na Duna, de Carlos de Oliveira, baseando-se na perspectiva sociológica e estilística. O motivo da nossa escolha reside no fato de termos observado que o autor apresentou, ao longo do desenvolvimento da narrativa, uma forma especial de nos mostrar o ponto de vista das personagens. Por outro lado, Carlos de Oliveira, combina seu estilo com uma temática social, numa perspectiva que evidencia a tensão entre arealidade objetiva e a realidade subjetiva do universo romanesco
 
moreShow More Titles
fewerShow Fewer Titles
Audience Level
0
Audience Level
1
  Kids General Special  
Audience level: 0.78 (from 0.55 for Physiologi ... to 0.98 for Romantismo ...)

Languages