skip to content
Trombose venosa profunda: prevalência da deficiência da proteína S e a interferência da coagulação oral Preview this item
ClosePreview this item
Checking...

Trombose venosa profunda: prevalência da deficiência da proteína S e a interferência da coagulação oral

Author: Godoy, José Maria Pereira de; Linares, Miriam Aparecida; Rodrigues, Tais Elizabete; Mendes, Ronaldo Nardão; Braile, Domingo Marcolino
Edition/Format:   Downloadable article : Portuguese
Publication:Revista Brasileira de Hematologia e Hemoterapia, 2003
Database:WorldCat
Summary:
O objetivo do presente estudo foi avaliar a prevalência da deficiência da proteína S em pacientes com trombose venosa profunda e a interferência do anticoagulante oral durante a investigação. Foram avaliados aleatoriamente 87 pacientes, sendo 47 do sexo feminino e 40 do sexo masculino, com idades entre 17 e 56 anos e média de 36,3 anos, que apresentaram trombose venosa profunda (TVP) de membros inferiores. O  Read more...
Rating:

(not yet rated) 0 with reviews - Be the first.

Subjects
More like this

 

Find a copy online

Links to this item

Find a copy in the library

&AllPage.SpinnerRetrieving; Finding libraries that hold this item...

Details

Genre/Form: Journal article
Material Type: Internet resource
Document Type: Internet Resource, Article
All Authors / Contributors: Godoy, José Maria Pereira de; Linares, Miriam Aparecida; Rodrigues, Tais Elizabete; Mendes, Ronaldo Nardão; Braile, Domingo Marcolino
ISSN:1516-8484
OCLC Number: 57088369

Abstract:

O objetivo do presente estudo foi avaliar a prevalência da deficiência da proteína S em pacientes com trombose venosa profunda e a interferência do anticoagulante oral durante a investigação. Foram avaliados aleatoriamente 87 pacientes, sendo 47 do sexo feminino e 40 do sexo masculino, com idades entre 17 e 56 anos e média de 36,3 anos, que apresentaram trombose venosa profunda (TVP) de membros inferiores. O diagnóstico da TVP foi feito com dúplex e confirmado pela flebografia nos casos de dúvidas. A mensuração da proteína S foi realizada pelo método coagulométrico, avaliando atividade biológica. Os exames foram colhidos um mês após a remoção da anticoagulação oral em todos os pacientes. Em trinta deles foram colhidos também durante a anticoagulação. Em 6,9% dos pacientes foi confirmada, em duas mesurações, a deficiência da proteína S. Na avaliação durante a anticoagulação, os trinta pacientes apresentaram redução dos níveis dessa proteína. Concluímos que a deficiência da proteína S em nosso estudo foi semelhante ao observado na literatura, sendo que a sua investigação mais confiável deve ser realizada após a suspensão do anticoagulante oral.

Reviews

User-contributed reviews
Retrieving GoodReads reviews...
Retrieving DOGObooks reviews...

Tags

Be the first.
Confirm this request

You may have already requested this item. Please select Ok if you would like to proceed with this request anyway.

Linked Data


<http://www.worldcat.org/oclc/57088369>
library:oclcnum"57088369"
rdf:typeschema:MediaObject
rdf:typeschema:Article
rdf:typej.0:Web_document
schema:about
schema:about
schema:about
schema:contributor
schema:contributor
schema:contributor
schema:contributor
schema:contributor
schema:datePublished"2003"
schema:description"O objetivo do presente estudo foi avaliar a prevalência da deficiência da proteína S em pacientes com trombose venosa profunda e a interferência do anticoagulante oral durante a investigação. Foram avaliados aleatoriamente 87 pacientes, sendo 47 do sexo feminino e 40 do sexo masculino, com idades entre 17 e 56 anos e média de 36,3 anos, que apresentaram trombose venosa profunda (TVP) de membros inferiores. O diagnóstico da TVP foi feito com dúplex e confirmado pela flebografia nos casos de dúvidas. A mensuração da proteína S foi realizada pelo método coagulométrico, avaliando atividade biológica. Os exames foram colhidos um mês após a remoção da anticoagulação oral em todos os pacientes. Em trinta deles foram colhidos também durante a anticoagulação. Em 6,9% dos pacientes foi confirmada, em duas mesurações, a deficiência da proteína S. Na avaliação durante a anticoagulação, os trinta pacientes apresentaram redução dos níveis dessa proteína. Concluímos que a deficiência da proteína S em nosso estudo foi semelhante ao observado na literatura, sendo que a sua investigação mais confiável deve ser realizada após a suspensão do anticoagulante oral."
schema:exampleOfWork<http://worldcat.org/entity/work/id/18040021>
schema:genre"Journal article"
schema:inLanguage"pt"
schema:isPartOf
<http://worldcat.org/issn/1516-8484>
rdf:typeschema:Periodical
rdfs:label"Revista Brasileira de Hematologia e Hemoterapia"
schema:issn"1516-8484"
schema:name"Trombose venosa profunda: prevalência da deficiência da proteína S e a interferência da coagulação oral"
schema:pagination"2003"
schema:url<http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci%5Farttext&pid=S1516-84842003000400007>
wdrs:describedby

Content-negotiable representations

Close Window

Please sign in to WorldCat 

Don't have an account? You can easily create a free account.